Terça, 25 de Junho de 2024 07:54
5192690447
Região Metropolitana Rápidas ...

Notícias rápidas e resumidas ...

Ao decorrer do dia atualizamos as noticias.

07/06/2024 12h13 Atualizada há 3 semanas
Por: Redação Fonte: Prefeitura Municipal de Porto Alegre/O Sul/GZH/Correio do Povo
Fonte;MPV " Rápidas noticias ..." - Foto:Redação MPV
Fonte;MPV " Rápidas noticias ..." - Foto:Redação MPV

1- Limpeza em 28 locais nesta sexta-feira.

A força-tarefa da Prefeitura de Porto Alegre para limpar a cidade após a enchente está atuando em 28 locais nesta sexta-feira, 7 de junho. As equipes do Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU) estão trabalhando nas áreas onde a água já recuou. Confira os detalhes abaixo.

Desde o início da limpeza, em 6 de maio, até a noite de quinta-feira, 6 de junho, foram retiradas 41.324 toneladas de resíduos das ruas, incluindo restos de móveis danificados, lama acumulada e lixo varrido. Nas áreas ainda inundadas, o DMLU aguarda a retirada da água para iniciar os trabalhos.

Aproximadamente 800 garis das seções Centro, Extremo-Sul, Norte, Sul e Leste estão envolvidos na limpeza dos bairros mais afetados pela cheia do Guaíba. Eles contam com o apoio de mais de 350 equipamentos, como caminhões e retroescavadeiras. Os trabalhos são coordenados pela Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Smsurb).

Bota-espera: Moradores e empresas podem descartar resíduos pós-enchente nos pontos de bota-espera listados abaixo.

- Terreno ao lado da Receita Federal - avenida Loureiro da Silva, 678 - Centro Histórico - 8h às 22h;
- Terreno na Serraria - avenida da Serraria, 2517 - 8h às 18h;
- Terreno no Humaitá – rua Voluntários da Pátria, 314, Acesso 4 - 8h às 18h;
- Terreno no São Geraldo – avenida Cairú esquina com rua Voluntários da Pátria - 8h às 18h.

Continua após a publicidade
Anúncio

Bota-espera são áreas próximas das regiões inundadas, onde o DMLU descarrega os materiais recolhidos. Depois, os resíduos serão direcionados para o aterro de inertes em Gravataí.

Locais onde ocorre limpeza nesta sexta-feira:

- Centro Histórico

- Floresta

- Menino Deus

- Residencial Ernesto Di Primio Beck (Guarujá)

- Rua Irmão Augusto Duflot (Serraria)

- Rua Monsenhor André Pedro Frank (Serraria)

- Rua Deputado Lidovino Fanton (Serraria)

- Rua Luís Batista Bertaco (Serraria)

- Vila dos Sargentos (Serraria)

- Avenida Guaíba (Assunção)

- Avenida Guaíba (Ipanema)

- Avenida Orleaes (Guarujá)

- Guarujá

- Rua Dona Teodora (Farrapos)

- Avenida Frederico Mentz (Navegantes)

- Rua Santos Dumont (São Geraldo)

- Vila Elizabeth (Sarandi)

- Vila Farrapos

- Avenida  Fernando Ferrari  (Anchieta)

- Rua Vinte e Cinco de Outubro (Sarandi)

- Rua Senhor do Bom Fim m(Sarandi)

- Vila Santo Agostinho (Sarandi)

- Rua Onze de Agosto (São João)

- Estrada da Serraria (Ponta Grossa)

- Estrada Retiro da Ponta Grossa (Ponta Grossa)

- Rua Othero Ortiz (Ponta Grossa)

Avenida Beira Rio (Lami)

-Ilha da Pintada

2- Rodoviária de Porto Alegre volta a funcionar hoje 07 de Junho.

Após mais de um mês paralisada devido à enchente, a Estação Rodoviária de Porto Alegre reabriu na manhã desta sexta-feira (7), às 6h, com a estendida de uma bandeira do Rio Grande do Sul. O primeiro ônibus partiu às 7h11min, rumo ao Litoral Norte, entre aplausos.

Para o dia, estão previstos 91 embarques, menos que os 240 coletivos diários habituais, mas mais do que na rodoviária provisória do Terminal Antônio de Carvalho. A reabertura trouxe esperança aos passageiros, como o missionário Ed Ferreira, que celebrou o retorno à normalidade e recebeu uma bandeirinha do Estado.

Inicialmente, as partidas e chegadas estão concentradas na área de desembarques, com 18 dos 72 boxes disponíveis sendo usados para viagens intermunicipais. Viagens interestaduais devem ser retomadas na próxima semana, atualmente realizadas pela rodoviária de Osório.

 

3- Nesta quinta-feira 61 mil famílias receberam Auxílio Reconstrução.

Nesta quinta-feira (6), mais 61,6 mil famílias do Rio Grande do Sul afetadas pelas chuvas recebem o Auxílio Reconstrução. Até agora, cerca de R$ 510 milhões foram pagos a 99,8 mil famílias. A Caixa Econômica Federal identifica automaticamente se o beneficiário já possui conta no banco e realiza o crédito sem necessidade de comparecimento a uma agência. Se não houver conta, a Caixa abre uma Poupança CAIXA Tem automaticamente, movimentável pelo aplicativo Caixa Tem.

Para receber o auxílio, as prefeituras cadastram as famílias desabrigadas ou desalojadas, e o responsável familiar confirma o cadastro no site do Auxílio Reconstrução usando o portal Gov.Br. Os dados são verificados pela Dataprev e enviados à Caixa, que efetua o crédito em até dois dias úteis.

Beneficiários com conta na Caixa podem usar o cartão ou o Internet Banking para movimentar o benefício. Aqueles sem conta terão uma criada no Caixa Tem, permitindo compras com cartão de débito virtual e QR code, transferências via Pix, e pagamento de contas pelo aplicativo ou em casas lotéricas. A Caixa pede que beneficiários só se dirijam a uma agência se estiverem sem acesso ao aplicativo ou cartão.

4-Superfaturamente de Cestas básicas em Cachoeirinha.

O Ministério Público do Rio Grande do Sul realizou, nesta sexta-feira (7), a "Operação Cesta Básica" em Cachoeirinha, na Região Metropolitana, para investigar sobrepreço e superfaturamento na compra de cestas básicas e outros bens destinados às vítimas das enchentes. A operação apura a participação de agentes públicos e privados no esquema. Mandados foram cumpridos em endereços da prefeitura, residências e empresas, onde documentos e equipamentos eletrônicos foram apreendidos. A ação foi conduzida pela Procuradoria da Função Penal Originária, com ordens da Quarta Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul.

5- Mais ônibus retornando aos terminais no Centro de Porto Alegre.

Os terminais de ônibus Visconde de Cairu, Praça Revolução Farroupilha e Júlio de Castilhos, no Centro Histórico de Porto Alegre, retomaram as operações nesta sexta-feira (7), após a enchente. O ponto de ônibus do Largo Edgar Koetz, ao lado da rodoviária, também voltou a funcionar.

A EPTC instalou provisoriamente um semáforo com botoeiras e faixas de segurança sob o viaduto da avenida Júlio de Castilhos para garantir a travessia de pedestres, já que a passarela foi removida para a construção do corredor humanitário.

As linhas SD72 e SD73, que conectam o Centro aos bairros Parque dos Maias e Santa Rosa de Lima, estão operando por rotas alternativas para melhor atender a região do aeroporto Salgado Filho. A linha 705.2 continua desativada. As linhas SD72 e SD73 agora operam no terminal Rui Barbosa.

Informações sobre linhas, rotas alteradas e localização dos ônibus em tempo real estão disponíveis no aplicativo Cittamobi.

Linhas atendidas:

Terminal Praça Revolução Farroupilha: 520.3 – Triângulo / 24 de Outubro / Auxiliadora.
Terminal Visconde de Cairu: 397 – Bonsucesso, 397.3 – Bonsucesso / Via Ipiranga.
Terminal Júlio de Castilhos: 280 – Otto/HPS, 280.2 – Otto/HPS/3ª Perimetral, 491 Passo Dorneles / Vila Safira, 492 – Petrópolis / SESC, 496 – Jardim Protásio Alves / Passo Dorneles.

 

6- Tudo Fácil retornando no Centro de Porto Alegre.

O governo do Rio Grande do Sul anunciou que o Tudo Fácil do Centro de Porto Alegre reabrirá nesta sexta-feira (7). Localizada no Pop Center, Av. Júlio de Castilhos, 235, 3º andar, a unidade retomará o atendimento de segunda a sexta, das 8h às 18h, e aos sábados, das 9h às 13h.

Com essa reabertura, todas as unidades do Tudo Fácil no estado voltam a operar normalmente. Anteriormente, os serviços foram restabelecidos em várias cidades e regiões, incluindo Caxias do Sul, Passo Fundo, Pelotas, Rio Grande, e diferentes zonas de Porto Alegre. Na quinta-feira (6), o atendimento também foi retomado em Lajeado.

 

7- Tribunal de Justiça do RS repassa R$5,2milhões para Porto Alegre.

Nesta sexta-feira (7), a prefeitura de Porto Alegre recebeu R$ 5,2 milhões do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul para enfrentar a catástrofe climática que afetou a cidade e o estado. Esse valor faz parte de um total de R$ 180 milhões destinados a 95 municípios. O prefeito Sebastião Melo, o governador Eduardo Leite e o presidente do TJ-RS, desembargador Alberto Delgado Neto, participaram do ato de repasse.

O prefeito destacou a importância da cooperação entre os Poderes para reconstruir a cidade e apoiar os necessitados. A medida atende à recomendação do Conselho Nacional de Justiça e da Corregedoria Nacional de Justiça, incentivando os tribunais a destinarem valores de prestações pecuniárias e outros benefícios legais.

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.