Terça, 25 de Junho de 2024 09:04
5192690447
Porto Alegre - Capital / RS Presos

Presos PMs suspeitos de assasinato do morador Cond. Princesa Isabel.

Neste sábado foram presos os PMs suspeitos do assasinato do morador do Condominio Princesa Isabel (Carandiru).

08/06/2024 20h36 Atualizada há 2 semanas
Por: Redação Fonte: GZH
Fonte:MPV " Por esse motivo moradores colocaram fogo em dois onibus " - Foto:Repórter MPV
Fonte:MPV " Por esse motivo moradores colocaram fogo em dois onibus " - Foto:Repórter MPV

Neste sábado (8), um sargento e um soldado do 9º Batalhão de Polícia Militar em Porto Alegre foram presos por ordem da Justiça Militar, sob suspeita de envolvimento na morte de Vladimir Abreu de Oliveira, de 41 anos. Vladimir desapareceu no dia 17 de maio e seu corpo foi encontrado no bairro Ponta Grossa, zona sul da capital, dois dias depois.

De acordo com o boletim de desaparecimento, Vladimir foi visto pela última vez sendo abordado por policiais militares em frente ao condomínio Princesa Isabel, no bairro Azenha, onde foi colocado em uma viatura da Brigada Militar. A causa da morte não foi divulgada à família no momento.

A morte de Vladimir desencadeou duas investigações: uma conduzida pela Divisão de Homicídios da Capital e outra pela Corregedoria da Brigada Militar. Além disso, o caso gerou protestos de moradores do condomínio Princesa Isabel, que bloquearam avenidas no bairro Azenha e incendiaram dois ônibus na noite de 19 de maio. Quatro suspeitos foram presos dias depois, admitindo a responsabilidade pelo incêndio dos veículos.

As prisões dos policiais militares neste sábado foram solicitadas pela Corregedoria da Brigada Militar e autorizadas pela 1ª Auditoria da Justiça Militar, como parte das investigações em andamento para esclarecer os detalhes do caso.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.