Terça, 25 de Junho de 2024 08:26
5192690447
Porto Alegre - Capital / RS Entrevista

Entrevista com Coordenador Nacional do MTST

Pelas informações do Fernando no prédio encontra-se entorno de 150 pessoas no prédio.

11/06/2024 19h53 Atualizada há 2 semanas
Por: Redação Fonte: Redação MPV
Fonte:Redação MPV " Prédio do INSS Centro de Porto Alegre av. Maúa x Borges de Medeiros." Foto: Rodrigo Azambuja/MPV
Fonte:Redação MPV " Prédio do INSS Centro de Porto Alegre av. Maúa x Borges de Medeiros." Foto: Rodrigo Azambuja/MPV

O Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) é uma organização dedicada à luta por moradia digna, trabalho justo e pela função social da propriedade. Atuando em Porto Alegre há mais de oito anos, o MTST destaca-se pela organização de ocupações significativas, como a Ocupação Povo Sem Medo, localizada no bairro Sarandí, na Zona Norte da cidade. Esta ocupação foi uma resposta direta à ampliação do Aeroporto Salgado Filho e à consequente remoção de famílias sem a devida compensação.

Além de organizar ocupações, o MTST de Porto Alegre é responsável por diversas iniciativas solidárias, entre elas a Cozinha Solidária da Azenha, que opera há três anos fornecendo refeições gratuitas para a comunidade. Diariamente, a cozinha distribui cerca de 400 marmitas, totalizando aproximadamente 4 mil marmitas por dia em várias áreas que enfrentam insegurança alimentar. Recentemente, novas cozinhas foram inauguradas, como a do Lamy e a dos Irmãos Maristas, no Bom Fim, ampliando o alcance dessas ações e garantindo maior segurança alimentar para a população.

Soluções para Moradia

O MTST destaca a importância de soluções habitacionais lideradas por movimentos sociais, como o programa Minha Casa Minha Vida Entidade, que se foca na produção de moradias de qualidade. O movimento argumenta que estas iniciativas superam as soluções empresariais tradicionais, pois os lucros são reinvestidos na melhoria das habitações. Além disso, a Cozinha Solidária é citada como um exemplo de uma iniciativa bem-sucedida liderada por movimentos sociais, demonstrando a eficácia e o impacto positivo dessas ações.

O movimento também denuncia a preferência da prefeitura por soluções empresariais e defende que os movimentos sociais desempenham um papel crucial na formulação de políticas públicas. Eles enfatizam a necessidade urgente de soluções rápidas e eficazes para a crise habitacional, rejeitando medidas que não proporcionam dignidade às pessoas afetadas.

Continua após a publicidade
Anúncio

Ação e Coordenação

O MTST é coordenado por uma equipe estadual e nacional, com lideranças ativas na gestão das cozinhas e das demais ações do movimento no estado. Recentemente, o MTST realizou a ocupação de um prédio público em Porto Alegre para chamar atenção para a necessidade de revisar a situação dos imóveis públicos. Segundo o coordenador nacional, Fernando Campos, muitos desses imóveis estão desocupados ou destinados à especulação imobiliária, enquanto a cidade enfrenta um déficit habitacional significativo.

Além das ocupações e das cozinhas solidárias, o MTST promove ações educativas e culturais para fortalecer a comunidade e incentivar a participação cidadã. Workshops sobre direitos civis, oficinas de capacitação profissional e eventos culturais são realizados regularmente, criando um senso de comunidade e empoderamento entre os participantes.

Em resumo, o MTST não apenas luta por moradia digna, mas também promove a solidariedade e a justiça social através de diversas iniciativas que visam melhorar a qualidade de vida das pessoas mais vulneráveis. O movimento continua a pressionar por políticas públicas que atendam às necessidades reais da população, defendendo que a função social da propriedade deve prevalecer sobre interesses especulativos.

Foto: Repórter Rua

Acompanhe a entrevista completa no vídeo no Canal MPV Portal de Notícias

Edição:Redação MPV 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.