Domingo, 14 de Julho de 2024 14:46
5192690447
Região Metropolitana Resumidas

Terça-feira as principais notícias resumidas , confira :

Notícias de Porto Alegre e Região Metropolitana.

18/06/2024 10h41 Atualizada há 4 semanas
Por: Redação Fonte: Prefeitura Municipal de Porto Alegre/GZH/ O Sul / Correio do Povo/ Portal do Estado RS.
Terça-feira as principais notícias resumidas , confira :

1- Reabertura de 53 lojas do Mercado Público.

Nesta terça-feira, dia 18, a maioria dos comerciantes do Mercado Público retomará suas atividades, após a enchente que afetou o prédio histórico. Cinquenta e três lojas, bancas e restaurantes abrirão para atendimento ao público, das 8h às 19h. O acesso será possível pelos quatro portões principais: da avenida Borges de Medeiros, do Largo Glênio Peres, da avenida Júlio de Castilhos e do Terminal Parobé. Após permanecer fechado desde 3 de maio, o Mercado Público reabriu parcialmente na última sexta-feira, dia 14, com os restaurantes do segundo piso e as lojas com acesso à rua.

As bancas que ainda permanecem fechadas estão em obras, com previsão de reabertura nos próximos dias. “A reabertura do Mercado Público representa um símbolo de resistência, e cada um dos mercadeiros retornará às atividades no seu tempo,” complementa o secretário municipal de Administração e Patrimônio, André Barbosa.

Foto:Repórter MPV

 

2- Trensurb retirou a água da Estação , entorno de 7milhões de Litros de água.

A Trensurb informou que concluiu, com o apoio da Petrobras, o esgotamento de 7 milhões de litros de água da Estação Rodoviária do metrô em Porto Alegre. Após a conclusão, iniciou-se a limpeza profunda das estações Rodoviária, Mercado e São Pedro, com previsão de término até o final do mês. O diretor-presidente da Trensurb, Ernani Fagundes, destacou a colaboração com a prefeitura para garantir a segurança dos pedestres na Estação Rodoviária. Além disso, começou a drenagem da via do metrô na bacia rodoferroviária. A Trensurb e a prefeitura estão estudando soluções para a recuperação da casa de bombas, que será gerida pelo Dmae após sua recuperação.

Continua após a publicidade
Anúncio

Metade do mês de Maio quando encheu de água a Estação Rodoviária Porto Alegre

 

3- Em Porto Alegre quase 8mil casos de dengue.

Porto Alegre registrou 7.933 casos confirmados de dengue em 2024 até 15 de junho, com 7.452 infecções autóctones, 309 importadas e 172 de origem indeterminada. Houve oito óbitos: sete mulheres e um homem, com idades variando de 21 a mais de 80 anos. Foram notificadas 33.566 ocorrências suspeitas à Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Em comparação, no mesmo período de 2023, houve 8.818 notificações e 6.050 casos confirmados. A maioria dos casos confirmados em 2024 são de mulheres (53,4%) e na faixa etária de 21 a 30 anos (18,2%).

Os principais sintomas relatados incluem febre (93,7% dos casos), cefaleia e mialgia. Casos foram confirmados em 52 bairros nas últimas duas semanas, com todos os bairros registrando casos ao longo do ano. A população é alertada para prevenir a proliferação de mosquitos, especialmente com o acúmulo de lixo e água parada devido às chuvas.

 

4-  PROCON autua Supermercado na Zona Norte de Porto Alegre por vender produtos que ficaram submersos na enchente.

O Procon Municipal, em parceria com o Ministério Público, realizou uma operação de fiscalização em um grande atacado na tarde desta terça-feira, 18, localizado na Zona Norte de Porto Alegre, próximo ao aeroporto. Durante a inspeção, foi constatado que o supermercado estava vendendo mercadorias alimentícias e outros produtos que foram afetados pela água da enchente. A equipe do Procon emitiu um auto de infração e aplicou uma multa ao estabelecimento.

"Recebemos uma denúncia e encontramos embalagens danificadas, sujas e até com furos", afirmou Rafael Gonçalves, diretor do Procon Municipal. Ele destacou que as fiscalizações continuarão em outros estabelecimentos de diferentes regiões. "Estamos vigilantes, pois vender produtos nessas condições representa um risco para a saúde pública", concluiu.

Para denúncias, o Procon orienta os consumidores a entrarem em contato pelo WhatsApp do 156, salvando o número (51) 34330156, enviando uma mensagem e selecionando a opção "2".

Fonte:PMPA

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.