Domingo, 14 de Julho de 2024 13:15
5192690447
Rio Grande do Sul São Leopoldo

Encontrado ossada de advogada desaparecida a 2anos.

Polícia encontrou ossada de advogada que desapareu quase 2 anos.

18/06/2024 11h33
Por: Redação Fonte: Policia Civil RS /G1
Fonte:G1 " Advogada Alessandra Delatorre desapareceu em 16 Julho de 2022." Foto:Internet
Fonte:G1 " Advogada Alessandra Delatorre desapareceu em 16 Julho de 2022." Foto:Internet

Quase dois anos após o desaparecimento de Alessandra Dellatorre, 29 anos, em São Leopoldo, no Vale do Sinos, a história chega a um desfecho. Os restos mortais da advogada foram encontrados em uma área de mato perto de seu trajeto de caminhada, em Sapucaia do Sul, há cerca de duas semanas. A perícia confirmou nesta semana que a ossada pertence à mulher que sumiu em 16 de julho de 2022.

Coletiva de Imprensa

Uma coletiva de imprensa realizada na manhã desta terça-feira (18/6) pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) forneceu detalhes do caso. Os restos mortais foram localizados próximo a um muro que cerca uma área militar, nas proximidades do percurso de caminhada de Alessandra. O corpo não estava enterrado e não havia sinais de cova no local.

Identificação e Investigação

A identidade foi confirmada por exames de arcada dentária, antropológicos (que identificaram próteses mamárias) e de comparação genética. A advogada vestia o mesmo moletom que usava no dia do desaparecimento. As análises do Instituto-Geral de Perícias (IGP) até agora não indicam sinais de violência, sugerindo que Alessandra possa ter sofrido um mal súbito.

Continua após a publicidade
Anúncio

"Podemos dizer que o caso de desaparecimento está encerrado", afirmou o delegado Mario Souza, diretor do DHPP. "A primeira missão era encontrar. Claro que sempre buscamos o encontro com vida. Não sendo possível, nos empenhamos em devolver a pessoa para que a família possa fazer a despedida."

Após o desaparecimento, a polícia realizou diversas buscas em matagais com o auxílio dos bombeiros e cães farejadores, mas sem sucesso. As buscas incluíram diligências em municípios vizinhos e a análise de uma garrafa plástica encontrada pelo pai de Alessandra, que continha substâncias compatíveis com um medicamento usado para tratar TDAH e uma bebida energética.

Desde o sumiço, a família de Alessandra não descansou. Buscas foram realizadas, cartazes espalhados pela região e uma página na internet foi criada para obter informações. Investigadores particulares foram contratados para apurar qualquer informação nova.

Orientações em Casos de Desaparecimento

Em casos de desaparecimento, é importante registrar o sumiço na polícia imediatamente, levar uma fotografia atualizada e fornecer informações relevantes como redes sociais, dados bancários, e locais frequentados. Divulgar o desaparecimento aos amigos e conhecidos pode auxiliar, mas é crucial informar os contatos de órgãos oficiais para evitar extorsões. Para crianças e adolescentes, saber os locais de preferência, amigos e descrever as roupas usadas são medidas essenciais.

O caso de Alessandra Dellatorre destaca a importância da perseverança e da colaboração entre autoridades e familiares em situações de desaparecimento.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.